t-d-trabalhadores-de-saude-da-sociedad-de-resisten-1.png

Dos trabalhadores de saúde da FORA:

Em primeiro lugar, devemos colocar que, na Argentina, o Coronavírus não é a única pandemia pela qual estamos passando: o número de casos de dengue triplicou desde 2019 e estamos passando por uma epidemia de sarampo. Os hospitais não estão dando conta. As licenças e férias foram suspensas para trabalhadores da saúde devido a pandemia. Estamos fazendo o possível com os meios necessários, mas não estamos recebendo insumos suficientes e as condições dos prédios em muitos hospitais provinciais[1] não são suficientes para se combater essa doença. É por esse motivo que estamos pedindo para que vocês considerem com bastante cuidado se é necessário buscar atendimento em um serviço de Emergência. Apenas as pessoas ajudam pessoas!

Como trabalhadores da saúde, baseados em nossas experiências em hospitais, recomentamos o seguinte:

  • Não compareçam a um serviço de Emergência, a não ser que seja realmente uma emergência. Isso apenas irá contribuir para o colapso do serviço, desperdiçando tempo tratando casos que não são críticos e afastando os profissionais das reais emergências. Isso acontece quando: uma condição de saúde aparece de repente, requerendo tratamento imediato ou atenção e envolvendo uma situação de alta probabilidade de perda da vida. No entanto, um caso urgente acontece quando: uma condição de saúde aparece de repente mas não apresenta ameaça a vida e pode requerer atenção médica por um período razoável de tempo (entre 2 e 3 horas).

  • Se você acha que está infectado, preste atenção nesses sintomas: febre, tosse, garganta inflamada, dificuldade de respirar e o elemento MAIS IMPORTANTE antes de realizar um teste, se você esteve em contato com um caso confirmado de Coronavírus ou tenha viajado nos últimos 14 dias para algum país com transmissão do Coronavírus (China, Itália, Coréia do Sul, Irã, dentre outros).

  • Máscaras só são requeridas por pessoas testadas positivas para infecção, as quais devem ser isoladas em quarentena.

  • É importante que você lave suas mãos ao chegar em casa ou antes de comer. Quando tossir ou espirrar, cubra sua boca com a área do antebraço e cotovelo.

  • Tire parte do seu tempo para ajudar pessoas nos grupos de risco, como adultos com mais de 65 anos, indivíduos com sistema imune comprometido ou diabéticos. Se você tem um vizinho ou membro da família nesses grupos, ajude-os a sair de casa o mínimo possível. Você pode fazer diversas tarefas na rua para eles, assim eles não precisam se expor. Qualquer pessoa que esteve nos países citados acima, mesmo sem nenhum sintoma, devem sair o mínimo possível para evitar contato com outras pessoas. Ao mesmo tempo, não podemos entrar em pânico! Evite divulgar desinformação pelas redes sociais.

Como trabalhadores, demandamos dos patrões e do Estado:

Para trabalhadores com contratos: licença remunerada e quarentena.

Para trabalhadores informais: o Estado deve forçar os patrões a contratar os trabalhadores e assim aplicar nossas demandas anteriores. Ou então, devem pagar uma compensação financeira aos trabalhadores, e então quarentena.

Para trabalhadores considerados Microempreendedores Individuais (MEI)[2]: Isentar do pagamento de impostos e taxas, compensação financeira paga pelo Estado e quarentena.

Para trabalhadores autônomos: Compensação econômica pelo Estado e quarentena.

Para trabalhadores da saúde: garantia de transporte e suprimentos de saúde para combater a pandemia.

Não gastem nosso dinheiro subsidiando nossos patrões! Devolvam para nós conseguirmos dar apoio as nossas famílias!

Trabalhadores da saúde da Sociedad de Resistencia Oficios Varios Lomas de Zamora
Uma seção FORA (Federación Obrera Regional Argentina) – ICL


[1] [N. T.] Na Argentina a organização política do Estado é diferente da Brasileira. As províncias se equivalem aos Estados no Brasil, sendo essas províncias sub-divididas em Departamentos, que equivaleriam aos Municípios.

[2] [N.T.] No original single-tax workers, que seria o equivalente legal no Brasil a Microempreendedor Individual (MEI).